Esportes caninos: 5 opções para divertir e exercitar

Estimular atividades para que o cachorro permaneça ativo é essencial para manter sua saúde, gastar energia e promover o desenvolvimento. Quando um cãozinho está com muita energia acumulada, ele fica bem agitado, podendo até quebrar coisas e sofrer acidentes. Uma boa forma de evitar que esse acúmulo ocorra é apostar nos esportes caninos.

Essas atividades para cães são ótimas não apenas para que eles façam os exercícios físicos necessários, mas também são uma oportunidade de diversão e criação de um vínculo ainda mais forte entre pet e tutor.

Separamos os esportes caninos que você não pode deixar de conhecer. Boa leitura!

1. Agility

O dog agility, mais conhecido apenas como agility, é um dos esportes para cachorros mais famosos. Uma das bases da atividade é a sinergia entre tutor e cão, visto que o esporte é praticado por essa dupla.

O agility pode ser definido como uma espécie de corrida com obstáculos, tendo como base os fundamentos do hipismo, sendo o cachorro responsável por fazer o percurso, enquanto o tutor deve dar os comandos necessários.

A atividade é democrática, podendo ser praticada por cãezinhos de todos os portes, raças e pesos, desde que suas condições de saúde permitam. Por isso, vale a pena conversar com seu veterinário antes de começar a praticar!

A competição de agility conta com diversos obstáculos e provas que desafiam os cães.


O objetivo é completar o percurso sem infrações e no menor tempo que for possível. Para que os objetivos sejam alcançados, é necessário um esforço no adestramento de obediência.

Praticar apenas por lazer é totalmente possível, mas os ambiciosos podem ir atrás de campeonatos. Neles, existem categorias com diferentes dificuldades, ideais para diversos níveis de conhecimento e experiência.

2. Frisbee

Uma das brincadeiras mais populares é, também, um esporte canino!

Diferentemente do jogo casual, o frisbee para cachorros enquanto esporte conta com modalidades e regras distintas, que ajudam a organizar a atividade e regular as competições profissionais.

As modalidades dessa atividade para cães são arremesso a distância, arremesso com precisão e freestyle.

No arremesso a distância, tutor e cão devem ficar atrás de uma determinada linha, que marcará o ponto de arremesso. Durante dois minutos, o frisbee deve ser lançado e pego quanto mais vezes melhor.

Já no arremesso com precisão, o objetivo é lançar o brinquedo em círculos demarcados no chão, e o cachorro deve capturar o frisbee dentro deles. Quanto mais preciso o cão for, maior será a pontuação.

O freestyle, como o nome deixa claro, é uma modalidade com maior liberdade. Com uma música de fundo, o dono deve fazer lançamentos em distância curta de acordo com ela, sendo que os “passos” mais criativos garantem melhor pontuação. Confira o vídeo de uma apresentação realizada pela dupla campeã do campeonato Incredible Dog Challenge de 2015:

3. Canicross

Se os humanos possuem as corridas cross country, os cães fazem a canicross. Esse tipo de esporte canino é, também, realizado em conjunto eem terrenos rústicos.

Tutor e cão, ou em alguns casos dois cães, são ligados durante a atividade por uma espécie de cinto-guia, sempre feita de elástico, para evitar choques.

A corrida em dupla serve como exercício, competição e momento de descontração.

O esporte surgiu no Reino Unido, como uma forma de treinar cães de tração ou de trenó. Atualmente, a prática é popular na Europa, mas ainda não faz tanto sucesso em terras tupiniquins. Que tal ser um dos pioneiros brasileiros no esporte?

4. Flyball

Surgido no final dos anos 60, nos Estados Unidos, o flyball é uma espécie de evolução da tradicional brincadeira de jogar a bolinha.

Na atividade, que é praticada em equipes de seis cães (dois reservas e quatro titulares), cada cachorro precisa correr por um percurso com obstáculos, chegar ao objetivo, apertar o dispositivo para liberar a bolinha e entregá-la ao dono.

O flyball é uma atividade para cães que evoluiu da brincadeira de pegar a bola.


O segundo cão deve esperar o primeiro finalizar o percurso para começar, o que é uma das regras mais importantes. A equipe vencedora é aquela que termina a prova no menor tempo.

5. Natação para cães

A natação canina é muito mais do que o nado “cachorrinho”. Além de ser um ótimo exercício, ele pode aliviar dores nas articulações, estresse muscular e tratamentos de machucados, e ainda melhora a respiração e circulação.

A atividade queima bastante calorias, o que é ideal para cães que precisam perder peso por motivos de saúde. É necessário ter cuidado para não estressar o bichinho, visto que alguns possuem aversão por água. Além disso, principalmente no começo, pode ser necessário o uso de coletes flutuantes.

Esportes caninos unem diversão e exercício para os pets. Antes de realizar qualquer atividade nova, é recomendado visitar o veterinário para decidir qual é a mais recomendada.

Gostou do conteúdo? Para receber novas dicas do mundo canino, diretamente em seu e-mail, preencha o formulário abaixo!

 

Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados